quinta-feira, 6 de julho de 2017

PRIMEIRA ETAPA DO CIRCUITO ASN 2017 ESTÁ CONFIRMADA



Depois da decisão acertada de adiar em um final de semana a abertura da temporada de competições em Niterói por falta de condições do mar, está confirmada a realização da primeira etapa do Circuito ASN 2017 para os dias 8 e 9 de julho na praia de Itacoatiara.

A previsão desta semana se confirmou, o mar subiu e puxou bastante areia, acertando o fundo. Os gráficos para este sábado indicam ondas em torno de meio metro, com ondulação de sudeste, vento terral pela manhã e entrada de sudeste na tarde. No domingo o mar ganhará força e as ondas deverão chegar a um metro, e será mais um dia com vento terral pela manhã.

Nesta quarta e quinta quebraram boas ondas no meio da praia e os surfistas locais aproveitaram para treinar. O fundo de areia no canto da pedra do Pampo está raso e pode funcionar bem com ondas pequenas, mas só na praia que será decidido onde o palanque será montado.

A boa premiação oferecida pela ASN atraiu atletas de diversas cidades do litoral fluminense e um do Nordeste, e pelo nível dos competidores que já confirmaram presença em Itacoá, as disputas pegarão fogo. Neste ano a terceira e decisiva etapa terá pontuação dobrada, o que aumentará as chances na corrida pelo título da temporada.

O campeão do ranking da Open vai faturar 10 dias de hospedagem, com direito a alimentação e barco, no Hidden Bay Resort Mentawai, na Indonésia. Já o campeão da etapa conquista um final de semana com um acompanhante na Pousada Itamambuca Casa de Praia.

Uma das novidades para este ano é que a Mombak Fit vai oferecer um patrocínio para o melhor niteroiense no ranking desta mesma categoria, o que dará direito a uma bolsa de um ano de treinamento funcional no estúdio especializado. O melhor niteroiense na etapa ganhará uma bolsa de um mês para se preparar para as próximas competições. Também será distribuída na premiação duas pranchas, blocos, acessórios e roupas oferecidas pelos patrocinadores. A estrutura do evento contará com ambulância da Unimed, mesa de frutas da Puro Suco, tenda de atletas da Escola de Surf da Rayza Silveira e parafina G-Wax no beach marshall.

As inscrições antecipadas no valor de R$70,00 (setenta reais) se encerram nesta quinta, 6 de julho, e devem ser feitas na lanchonete Puro Suco de Itacoataira. Também é aceita por transferência ou depósito bancário na conta corrente 58645-5 do banco Bradesco (237), agência 541, em nome de João José Ramos de Macedo, CPF 038.818.387-08. A inscrição só será confirmada com o envio do comprovante para o email asnsurfe@gmail.com ou para o WhatsApp 21 99804-5295.

Na praia só será aceita mediante disponibilidade de vaga e no valor de R$90,00 (noventa reais). Só pontuará no ranking da ASN o atleta que estiver filiado e a filiação custa R$50,00 (cinquenta reais). Neste ano o associado terá direito a uma camisa exclusiva da ASN produzida pela Molusco e mais uma parafina.

O Circuito ASN 2017 tem patrocínios da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Puro Suco, Hidden Bay Resort Mentawai, Unimed Leste Fluminense, Pena, Pousada Itamambuca Casa de Praia, Mombak Fit, Hot Buttered, Tdazik Brazilian Trend, Hillstone, Molusco, Parafina G-Wax, Escola de Surf Rayza Silveira, André Cebola Shaper e Pranchas Bou.

Por João José Macedo


Divulgação ASN Biênio 2017/18






WILKINSON LEADS MELHOR PARA SUPERTUBES DO MUNDO PARA O CORONA ABRIR J-BAY
- WSL TÍTULO RAÇA CURRÍCULOS EM JEFFREYS BAY
- MAIS DISPONÍVEL EM WORLDSURFLEAGUE.COM









Legenda: Matt Wilkinson (AUS), atual número 1 do mundo, vai olhar para reforçar o seu 2017 World Title campanha no Corona Abrir J-Bay.
Crédito: © WSL / CestariCLIQUE AQUI PARA IMAGENS EM ALTA-RES: https://wdrv.it/29cd17212
Informamos, que qualquer áudio visual ou imagem anexada ou acessados por link através deste e-mail ( “Conteúdo”) são de notícias e editorial use only descrito sob o título “Termos de Licença” abaixo.

Jeffreys Bay, África do Sul (quarta-feira, julho 5, 2017) - os melhores surfistas do mundo são uma semana longe de competir no righthander aclamada de Supertubes em Jeffreys Bay, África do Sul, para Stop No. 6 em 2017 Mundial de Surf League (WSL ) Championship tour (CT), o Corona Abrir J-Bay. O evento marca o ponto médio no CT e retomará corrida pelo título emocionante desta temporada, com os cinco melhores atletas no Jeep Leaderboard separados por apenas 600 pontos.

Universalmente considerada como uma das melhores ondas do planeta, Jeffreys Bay possui uma pointbreak lado direito qualidade que oferece incomparável consistência de alta velocidade, tornando-se a plataforma perfeita para testar o melhor do mundo. O evento ocupa uma janela competitiva de 12 de Julho - 23 de 2017 e é a única parada CT no continente Africano.

Matt Wilkinson (AUS) cabeças para o evento usando o cobiçado Jeep Líder Jersey após uma vitória impressionante no OK Fiji Pro. O melhor resultado de Wilkinson na África do Sul é um acabamento Semifinal em 2014 e este ano o australiano terá que colocar mais elevada no caso do que os outros surfistas do top 5, a fim de manter a sua posição como número 1 no Jeep Leaderboard.

Apenas a 250 pontos atrás do australiano está reinando WSL campeão John John Florence (HAW), que chegou à final da J-Bay Aberto em 2016. Com 13o lugar acabamentos nas anteriores dois eventos nesta temporada, Florence está na necessidade de um forte resultado na África do Sul para voltar à pista para defender seu título mundial. Florence está definido para atender Ian Gouveia (BRA) e um dos wildcards em Round 1.

Jordy Smith (ZAF), Adriano de Souza (BRA) e Owen Wright (AUS) estão todos empatados em terceiro lugar com 26.150 pontos no Jeep Leaderboard, sentado logo atrás Florença e Wilkinson.

Smith, um vencedor do evento duas vezes (2010 e 2011) e The Lone Africano do Sul no CT, é uma ameaça perene em Jeffreys Bay. O herói da cidade é livre de lesões nesta temporada e em excelente forma para caçar seu terceiro evento vencer e primeiro título Mundial. Na rodada de abertura da competição Smith vai assumir Conner Coffin (EUA) e um wildcard evento.

2015 WSL Champion, De Souza, teve consistentemente bons resultados em J-Bay, incluindo seis acabamentos Quarterfinal. Apesar de nunca ter feito isso para as semifinais no nível CT, De Souza fez reivindicar uma vitória em Jeffreys Bay em 2012, quando o evento foi parte da série de qualificação. O brasileiro vai corresponder-se contra 2,017 CT Rookie Frederico Morais (PRT) e compatriota Jadson Andre (BRA) no Round 1.

Mick Fanning (AUS), atualmente classificado em 13º lugar no Jeep Leaderboard, é o vencedor do evento defesa e um dos surfistas mais dominantes em Jeffreys Bay. Fanning alegou que seu quarto evento vencer na temporada passada com um retorno emocional de um ano após um dramático incidente durante o J-Bay abrem o final 2015, onde Fanning foi atacado ao vivo na televisão por aquilo que se acredita ser um grande tubarão branco. Fanning vai assumir Sebastian Zietz (HAW) e Joan Duru (FRA) no Round 1 da concorrência.

Dale Staples (ZAF) de St Francis Bay irá juntar-se a WSL Top 34 como um curinga, depois de vencer a edição de 2017 dos Supertrials JBU. O curinga restante será decidido após a conclusão dos 10.000 evento WSL Qualifying Series, o Ballito Pro.

Imprensa pode aplicar para uma credencial de mídia para o Corona Abrir J-Bay através do preenchimento do formulário de inscrição online AQUI .

O evento será transmitido ao vivo via WorldSurfLeague.com, o aplicativo WSL e no Facebook ao vivo via página de Facebook da WSL. Verifique também as listas locais para a cobertura da CBS Sports Network nos EUA, Fox Sports, na Austrália, ESPN no Brasil, Céu NZ na Nova Zelândia, SFR Sports em França e Portugal e como parte da Rede EDGEsport.

Para mais informações, consulte a WorldSurfLeague.com.





Corona Abrir J-Bay Round 1 Match-Ups:
Aqueça 1: Joel Parkinson (AUS), Wiggolly Dantas (BRA), Miguel Pupo (BRA)
Calor 2: Owen Wright (AUS), Bede Durbidge (AUS), Josh Kerr (AUS)
Calor 3: Adriano de Souza (BRA), Frederico Morais (PRT), Jadson Andre (BRA)
Calor 4: Matt Wilkinson (AUS), Jeremy Flores (FRA), Ethan Ewing (AUS)
Calor 5: Jordy Smith (ZAF), Conner Coffin (EUA), TBD
Calor 6: John John Florence (HAW), Ian Gouveia (BRA), TBD
Calor 7: Kolohe Andino (EUA), Italo Ferreira (BRA), Leonardo Fioravanti (ITA)
Calor 8: Julian Wilson (AUS), Kelly Slater (EUA), Kanoa Igarashi (EUA)
Calor 9: Connor O'Leary (AUS), Adrian Buchan (AUS), Jack Freestone (AUS)
Calor 10: Gabriel Medina (BRA), Caio Ibelli (BRA), Stuart Kennedy (AUS)
Calor 11: Sebastian Zietz (HAW), Mick Fanning (AUS), Joan Duru (FRA)
Calor 12: Michel Bourez (PYF), Filipe Toledo (BRA), Ezekiel Lau (HAW)

Os direitos a qualquer conteúdo anexado ou acessados por link dentro deste e-mail são concedidos pela Association of Surfing Professionals LLC ( "World Surf League") para você (o destinatário de e-mail) e qualquer entidade que representa conformidade com os termos e condições abaixo ( “ Licença de conteúdo”). Ao abrir ou acessar o conteúdo, você aceita os termos desta Licença de conteúdo. Os direitos sobre o conteúdo (ou qualquer parte dele) é e concedida para uso editorial ou apenas para uso serviço de notícias livre de royalties e esta Licença conteúdo expira duas (2) semanas a partir da data deste e-mail. Nenhum direito para venda ou para uso comercial ou modificação do conteúdo são concedidos de qualquer forma, incluindo qualquer direito de associar o conteúdo ou qualquer assunto ou marca com uma marca comercial ou mensagem. Direitos aos indivíduos dentro do conteúdo não são fornecidos. Quando o conteúdo é usado de qualquer maneira em plataformas digitais, um link para www.worldsurfleague.com deve existir onde o conteúdo é visível. Quando o conteúdo é usado de qualquer maneira em mídias sociais, um link para @wsl deve existir onde o conteúdo é visível.

O conteúdo é fornecido, "tal como está" e sem garantia é fornecida para a sua utilização por você. Mundial de Surf League detém todos os direitos, incluindo direitos autorais do conteúdo. Todos os direitos não expressamente previstas acima são reservados pelo Mundial de Surf League.

Sobre a Association of Surfing Professionals
A Association of Surfing Professionals (WSL), anteriormente a Association of Surfing Professionals (ASP), é dedicado a celebrar melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo através de uma variedade de plataformas de audiência best-in-class. A Liga, com sede em Santa Monica, é um esporte verdadeiramente global com escritórios regionais em Australasia, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Japão e Europa.

O WSL tem sido defender melhor surf do mundo desde 1976, passando de mais de 180 eventos globais através dos homens e das mulheres Campeonato Tours, o Big Wave Tour, Qualifying Series, campeonatos júniors Longboard, bem como os WSL Big Wave Awards. A Liga possui um profundo apreço pela herança rica do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos níveis mais altos, e ao fazê-lo coroa os campeões mundiais indiscutíveis em homens, mulheres do em todas as divisões dentro da turnê.

Apresentando melhor surf do mundo em sua plataforma digital em WorldSurfLeague.com , bem como o aplicativo WSL livre, o WSL tem uma base global de fãs apaixonados com milhões em sintonia para ver atletas de classe mundial como Mick Fanning, Tyler Wright, John John Florence, Stephanie Gilmore, Gabriel Medina, Carissa Moore, Grant Baker, Kelly Slater, Paige Alms, Adriano de Souza e mais batalha no campo mais imprevisível e dinâmica de jogo de qualquer esporte no mundo.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com


Amy Denman
Gerente Sênior de Comunicações adenman@worldsurfleague.com
+1 310-570-8821 Chloe Kojima
Communications Manager ckojima@worldsurfleague.com
+1 310-386-9181










© 2017 Mundial de Surf League,
Todos os direitos reservados.

0 comentários:

Postar um comentário

COMPARTILHE!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More